Verificação do aumento da capacidade de carga em estaca tipo raiz, através da aplicação de ar comprimido

  • Rodrigo Rogério Cerqueira da Silva Universidade Nove de Julho
  • Geise Aparecida Pereira Universidade Santa Rita

Resumo

Apresenta-se neste trabalho o comportamento de estacas tipos raiz, através de ensaio a compressão, avaliando a importância da aplicação de ar comprimido após a conclusão da injeção com argamassa, visando demonstrar a importância deste evento através da capacidade de cargas nas estacas. O objetivo é demonstrar que a verdadeira metodologia da execução da estaca tipo raiz, vem perdendo a sua essência desde sua criação por Fernando Lizzi, fator esse ligado a preocupação somente com a produção, prejudicando o desempenho das estacas injetadas. Esta técnica tem sido utilizada no Brasil quando tempo é fator mais importante, sendo utilizada como reforço de fundação ou estaca em qualquer condição como elemento estrutural, porém gerando dúvidas na sua capacidade de carga em relação a sua metodologia de execução. A preocupação da verificação da capacidade de carga deste tipo de estaca está relacionada à sua variação de metodologia, que obra após obra vem sendo deixada de lado em relação a original. Assim o trabalho analisará o comportamento a compressão de quatro estacas tipo raiz, sendo duas executadas com aplicação de golpe de ar, e outras duas utilizando injeção de argamassa simples. Para verificação de sua capacidade de carga, foram executas provas de carga a compressão, realizando comparações entre os valores de capacidade de carga, observando que o fator da injeção com aplicação de golpe de ar se mostra decisivo no que diz respeito ao aumento da seção da estaca, quanto na modificação do estado de tensões do solo adjacente variando para cada tipo de solo.
Publicado
22/06/2017
Como Citar
CERQUEIRA DA SILVA, Rodrigo Rogério; PEREIRA, Geise Aparecida. Verificação do aumento da capacidade de carga em estaca tipo raiz, através da aplicação de ar comprimido. Revista Ciência e Tecnologia, [S.l.], v. 20, n. 36, jun. 2017. ISSN 2236-6733. Disponível em: <http://www.revista.unisal.br/sj/index.php/123/article/view/549>. Acesso em: 22 out. 2020.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Estaca raiz; golpe de ar; ensaio de compressão; injeção de argamassa