Análise crítica das normas utilizadas em ensaios de trilhos soldados aluminotermicamente

  • Alessandra Regina Machado Schifino Universidade federal do Rio Grande do Sul
  • Afonso Reguly Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Neste trabalho foi realizado um estudo comparativo entre as normas utilizadas para liberação de soldas aluminotérmicas em trilhos do tipo – Vignole dos modelos TR, utilizada em reparos de trilhos ferroviários. As normas a serem comparadas são: ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), AREMA (American Rail Way Engineering and Maintenance of Way Association) e a Norma Europeia (British Standard – Railway Aplication Track – Auminothermic Welding of Rails). Esta comparação será realizada para avaliar a relevância da variação dos parâmetros utilizados em cada uma das normas e quais fatores devem ser analisados em mais de uma norma para que não haja dúvidas que a soldagem foi realizada corretamente. Através da realização dos ensaios mecânicos e metalúrgicos, exigidos pelas normas, foram encontrados defeitos microestrutuais e propriedades mecânicas não adequadas, causadas por diversos fatores, tais como: processo de fabricação, falhas operacionais na soldagem, de preenchimento, de solidificação. Utilizando-se deste conjunto de informações será possível validar as soldas aluminotérmicas testadas.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Laboratorio de Metalurgia Física - Grupo de Análise de Falha e Ensaios Mecânicos
Publicado
18/12/2017
Como Citar
SCHIFINO, Alessandra Regina Machado; REGULY, Afonso. Análise crítica das normas utilizadas em ensaios de trilhos soldados aluminotermicamente. Revista Ciência e Tecnologia, [S.l.], v. 20, n. 37, p. 93-104, dez. 2017. ISSN 2236-6733. Disponível em: <http://www.revista.unisal.br/sj/index.php/123/article/view/671>. Acesso em: 04 abr. 2020.
Seção
Artigos

Palavras-chave

Soldagem aluminotérmica, normas de soldagem aluminotérmica